×

Henkel promove diferentes ações em busca de uma educação de qualidade a crianças e jovens

Rede Aberje

A química é a essência da existência da Henkel, associada da Aberje, e foi graças ao interesse pela ciência e ao espírito empreendedor do seu fundador, Fritz Henkel, que a empresa foi fundada há 143 anos, na Alemanha. Durante toda a história da companhia, o profundo conhecimento e domínio das tecnologias foi o diferenciador que permitiu à Henkel alcançar posições de liderança em negócios e mercados ao redor do mundo.

Há milhares de empresas com histórias tão inspiradoras, alicerçadas na ousadia e inovação, que só foram alcançadas graças às habilidades e expertise de pessoas curiosas e qualificadas. O mundo de hoje demanda pessoas ainda mais preparadas para lidar com as disrupções cada vez mais frequentes. Mais do que nunca, promover uma educação de qualidade e acessível para todos, vai além do que praticar justiça social: é uma questão estratégica.

Hoje, cerca de um quarto da população brasileira está na escola, quase 50 milhões de pessoas. Porém, é clara a defasagem que o país vem acumulando ao longo dos últimos anos, refletida nos resultados obtidos em rankings internacionais. De acordo com o ranking de 2015 do PISA, que avaliou as competências de 29 milhões de alunos de 15 anos em 72 países, o Brasil ocupa a 66ª posição em matemática, 63ª em ciências e 59ª em literatura.
A maior parte dos estudantes no Brasil (80%) são atendidos pelo sistema público de educação, sendo a evasão escolar o maior problema. Daqueles que permanecem e chegam a concluir o Ensino Médio, apenas 10% atingem o nível de conhecimento desejado em matemática (fonte: Instituto Ayrton Senna).

O desafio fica ainda maior, pois além de corrigir uma defasagem histórica no ensino de Português, Matemática e Ciências, as escolas precisam repensar seus sistemas de educação para incluir o ensino de competências como colaboração, persistência, organização, criatividade, entre outras, que são demandas mundiais deste século para as crianças e jovens.

Em 2019, a Henkel definiu a educação pública de qualidade como causa de Responsabilidade Social Corporativa no Brasil, com a missão de criar valor para a sociedade de forma permanente e consistente. A decisão pelo território da educação levou em consideração uma necessidade urgente do país, assim como a convergência de projetos promovidos pela empresa internacionalmente – em 2018, mais da metade dos projetos sociais apoiados pela Henkel em todo o mundo estavam ligados ao 4º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável do Pacto Global das Nações Unidas: Educação de Qualidade.

Para começar, a Henkel uniu forças com o Instituto Ayrton Senna com o objetivo de impactar milhares de estudantes de escolas públicas em diferentes regiões do Brasil. Os colaboradores da empresa foram mobilizados para aderir ao programa “Salary Donation”. Cerca de 26% do quadro de funcionários e estagiários faz doações mensais, que podem variar entre R$ 10 e R$ 100, debitadas da sua folha de pagamento para contribuir com a organização. Para aumentar o impacto, a Henkel faz uma doação no mesmo valor referente ao total doado por seus funcionários, dobrando o repasse para o Instituto.

Esta verba financia projetos educacionais mantidos pelo Instituto Ayrton Senna em cerca de 400 cidades de 15 estados, beneficiando 45.000 educadores e mais de 1,6 milhão de crianças e jovens anualmente. Um desses programas envolve a alfabetização plena, com um custo de R$ 240,00 por ano. Portanto, quando um colaborador Henkel adere com a doação mensal de R$ 10,00, que é igualado pela companhia, isso resulta no valor necessário para que uma criança ou jovem possa ser plenamente alfabetizado. Neste primeiro ciclo, a estimativa é que cerca de 600 pessoas sejam beneficiadas com as doações realizadas pela Henkel e seus colaboradores.