Reafirmando o compromisso “As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve”, um grupo de executivos da Daimler Trucks e da Mercedes-Benz do Brasil, empresa associada da Aberje, realizou visita a clientes no interior de Minas Gerais.

Como resultado, entre 14 e 15 de novembro de 2017, conheceram a realidade do transporte na mineração junto à CBMM, em Araxá, e na atividade canavieira da Usina Santo Ângelo, em Uberaba. Um comboio de cavalos mecânicos Actros e Axor com 74 toneladas percorreu cerca de 450 km entre as duas cidades, com os executivos dirigindo os veículos em todo o percurso. “A participação de membros do board da Daimler Trucks tornou essa visita aos clientes ainda mais especial. Eles puderam conhecer in loco operações de transporte de setores que vêm puxando a retomada do crescimento da economia brasileira, o que deverá aquecer as vendas de caminhões em 2018”, diz Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Os caminhões Actros e Axor têm se destacado nessas atividades, como pôde ser constatado pelos nossos colegas alemães nas unidades de produção da CBMM e da Usina Santo Ângelo, a quem agradeço a colaboração e a parceria”.

mercedes-viagem

 

Entre os executivos da Daimler Trucks estavam Stefan Buchner, chefe mundial da Mercedes-Benz Trucks; Prof. Uwe Baake, chefe mundial de Desenvolvimento da Mercedes-Benz Trucks; e Dr. Frank Reintjes, chefe mundial de Agregados. Philipp Schiemer e Roberto Leoncini participaram do evento em companhia de vários executivos da Mercedes-Benz do Brasil. “Precisamos compreender quem é o nosso cliente e o que ele espera de nós, para que assim possamos preparar nossos caminhões para as suas necessidades”, afirma Stefan Buchner. “Por isso, foi muito importante para mim vir ao Brasil, conhecer o que os clientes estão querendo comprar da Mercedes-Benz. Essa é a melhor maneira que podemos fazer isso”.

Para Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, “nossa missão é entender o negócio do cliente e propor soluções para aquilo que ouvimos dele. Estamos escutando o empresário, o autônomo e os motoristas, buscando conhecer detalhes para poder oferecer ganhos de eficiência e produtividade no seu dia a dia de transporte. Quando o cliente compartilha a operação dele com a gente, fica mais fácil entender o seu negócio. A partir disso, vamos pensar nas soluções, desenvolver e aprimorar produtos e serviços, já no contexto das suas expectativas e necessidades”.