fbpx
×

Estudo de Ecoeficiência confirma benefícios ambientais do Sistema Campo Limpo

Rede Aberje

A mais recente edição do Estudo de Ecoeficiência do Sistema Campo Limpo –  desenvolvido pela inpEV, instituição associada da Aberje – indica que, de 2002, ano de início de suas atividades, até dezembro de 2019, o programa permitiu uma economia de 33 bilhões de megajoules de energia, o suficiente para abastecer 4,7 milhões de residências durante um ano.

Realizado pela Fundação Espaço ECO, o estudo mostra ainda que a existência do Sistema evitou a emissão de 752 mil toneladas de gás carbônico equivalente. Isso equivale às emissões geradas por um caminhão que fizesse 14 mil viagens ao redor do mundo. Para capturar essa emissão se elas tivessem acontecido, seria necessário plantar mais de 5 milhões de árvores.

Uma das principais explicações para esses ganhos ambientais é a concretização do conceito de economia circular, que resulta na ampliação da vida útil dos materiais por meio da reciclagem. “Cerca de 95% das embalagens de defensivos agrícolas destinadas pelo Sistema são recicladas. Assim, voltam a ser usadas como matéria-prima e permitem a redução da extração de recursos naturais”, explica Maria Helena Zucchi Calado, gerente de Sustentabilidade do inpEV.