fbpx
×

Edição 2018 do Renault Experience lança duas novas categorias

O Instituto Renault (entidade que tem o intuito de reunir, otimizar e profissionalizar as ações de sustentabilidade social e ambiental da Renault, associada da Aberje) deu início a mais uma edição do programa Renault Experience, adicionando uma série de novidades à iniciativa que tem por objetivo estimular o empreendedorismo e a inovação de universitários de todo o país seguindo o modelo de startups.

A cerimônia de lançamento aconteceu em setembro no auditório do Centro Universitário Internacional Uninter, em Curitiba/PR, e recebeu cerca de 300 pessoas no local, além outras 3 mil pessoas que acompanharam a transmissão do evento on-line. Em sua terceira edição nesse molde, o programa adota o mote “Como tornar nossas cidades melhores?”. Para esta edição, será mantida a categoria “Soluções de Mobilidade” e inauguradas duas outras: “Negócios Sociais”, para a busca de soluções que promovam inclusão, diversidade e segurança no trânsito; e “Desafio Twizy”, que utilizará os códigos abertos da plataforma do Renault Twizy para projetos de mobilidade urbana envolvendo o compacto elétrico da Renault. “As duas edições realizadas no formato de startups receberam uma grande quantidade de projetos de alto nível, sendo três deles acelerados em 2017 e outros três em 2018. A grande adesão ao programa revela que estamos no caminho certo, ao estimular o desenvolvimento de soluções inovadoras, simples e acessíveis para situações do dia a dia. O sucesso da fórmula nos mostrou também a oportunidade de aproveitar o potencial dos universitários do Brasil em duas outras categorias, para promover a inclusão dos negócios sociais e a mobilidade zero emissão – tema em que a Renault é referência mundial”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da marca.

 

 

O programa existe desde 2008 e passou por uma reformulação em 2016, quando iniciou o modelo de startups. Desde então, já envolveu quase 2900 estudantes de 131 instituições de ensino superior de 14 estados, com a apresentação de 768 projetos.

O Renault Experience é o único programa do gênero que acompanha todo o processo de criação de uma startup, desde o nascimento da ideia, do protótipo, até sua transformação em produto final. O programa também se destaca por proporcionar o encontro dos universitários e suas startups finalistas com a cadeia de valor da Renault do Brasil, como concessionários, fornecedores, Conselho Diretor, executivos, além de possíveis investidores e Instituições-Anjo.

As inscrições podem ser feitas por meio dos sites renaultexperience.com.brinstitutorenault.com.br até dezembro deste ano. As equipes devem ser compostas de três a cinco pessoas da mesma universidade, podendo contar também com um membro-coringa – amigos, profissionais de mercado, acadêmicos de outras IES, etc. O Renault Experience também estimula a formação de equipes multidisciplinares – com áreas de formação diferente – e incentiva a diversidade entre os membros.

 

Categorias

  • Soluções de mobilidade: categoria presente no Renault Experience desde sua primeira edição no formato de startups, buscando o desenvolvimento de produtos e serviços que melhorem a mobilidade das cidades.
  • Desafio Twizy: categoria que tem como base a POM – sigla para Plataform Open Mind, apresentada pela marca na edição 2017 do Consumer Electronic Show (CES), em Las Vegas. Trata-se de uma plataforma automotiva de código aberto para o Twizy, permitindo o uso livre dos dados do compacto elétrico para o desenvolvimento de soluções de mobilidade. A plataforma está disponível para que os participantes do Renault Experience copiem e modifiquem o hardware existente, permitindo a criação de um veículo elétrico totalmente personalizado.
  • Negócios Sociais: Categoria nova que busca desenvolver empresas economicamente viáveis, que trabalhem para gerar impacto positivo na sociedade. Dentro desse propósito, as equipes devem buscar soluções nos temas de inclusão, diversidade, segurança no trânsito e mobilidade urbana sustentável.

No momento de inscrição, é obrigatório escolher a categoria principal de sua solução. Porém, o programa incentiva que as equipes incluam aspectos de todas as categorias em seus projetos.

 

Fases do Programa

A edição atual do Renault Experience será realizada até setembro de 2019 e está dividida nas etapas abaixo:

  1. Ideathon: Concepção da ideia e desenvolvimento do projeto. Nesta etapa, realizada on-line, os estudantes passarão por uma trilha de design para conceber a ideia e a construção do modelo de negócios. Período: de setembro a dezembro de 2018
  2. Pré-aceleração: A etapa, também on-line, selecionará os 30 melhores projetos para receber mentorias, validar o modelo de negócio e enriquecer a ideia original. Período: de fevereiro a abril de 2019.
  3. Aceleradora RX: Prototipação dos três projetos vencedores. É presencial e tem duração de quatro semanas. Durante o processo de aceleração, as equipes passam por formações, aprimoramento do projeto, além da oportunidade de apresentar sua ideia para o corpo de direção da Renault do Brasil. Período: julho de 2019.
  4. Competição internacional: A equipe participante do Renault Experience que apresentar o melhor projeto utilizando a plataforma POM, além de ser acelerada e prototipar sua ideia em um Renault Twizy real, poderá também apresentá-lo aos engenheiros da matriz Renault na França. Período: setembro de 2019.