×

Edelman apresenta resultados do In Brands We Trust 2019 com dados brasileiros no dia 7 na Aberje

Redação Portal Aberje

A expectativa das pessoas em relação às marcas evoluiu. Apenas qualidade e custo-benefício do produto são mais importantes do que a confiança na marca no momento da compra. Ou seja, hoje em dia, não basta entregar um bom produto com um bom preço. É preciso ir além, olhando para as necessidades mais amplas do consumidor e atuando para transformar a realidade. O especial revela também que marcas confiáveis são beneficiadas por seus públicos. 

É o que revela a pesquisa In Brands WeTrust 2019, realizada pela agência global de comunicação Edelman, e cujos dados brasileiros serão apresentados e discutidos em evento na sede da Aberje em SP na manhã de 7 de novembro de 2019. Parte integrante do estudo proprietário Edelman Trust Barometer 2019, o relatório especial investiga a confiança dos consumidores nas marcas em oito países – Brasil, China, França, Alemanha, Índia, Japão, Reino Unido e EUA. A apresentação dos dados será feita por Marcília Ursini, Vice-presidente Executiva da Edelman, seguida de debate mediado por Karina Balan Julio, jornalista do jornal Meio & Mensagem, com convidados especiais e participação da plateia.

Entre os destaques, a pesquisa mostra que 91% dos consumidores brasileiros classificam como “essencial” ou “fator decisivo” confiar que a marca “fará o que é certo”, bem acima da média mundial, de 81%. Por aqui, a condição perde apenas para qualidade (92%) e custo-benefício (92%) do produto no ranking das principais considerações feitas pelo consumidor. “Cada vez mais, a sociedade confia numa marca ou a boicota conforme seu comprometimento com questões de interesse público. Esse movimento se intensificou nos último cinco anos, puxado principalmente pelo uso de redes sociais, que aumenta a troca de informações entre as pessoas. Hoje, vemos que a confiança na marca é um dos principais fatores de compra e faz com que a empresa ganhe ou perca dinheiro”, avalia Marcília Ursini, vice-presidente executiva da Edelman.

Se, por um lado, a expectativa dos consumidores tem aumentado, eles também estão mais atentos ao que as marcas dizem fazer: 63% dos brasileiros acreditam que toda marca tem a responsabilidade de se envolver em pelo menos uma questão social, mas apenas 23% afirmam ter experiência pessoal de que elas levam em conta os interesses da sociedade. A percepção generalizada é a de que as marcas prometem mais do que cumprem: para seis em cada dez brasileiros, as marcas usam questões sociais como manobra de marketing para vender mais. O resultado disso é preocupante. Só 36% dos entrevistados confiam na maioria das marcas que consome. “Estamos caminhando para uma quebra de confiança nas empresas. É um alerta para que as marcas realmente entendam isso e se movimentem para reverter essa tendência. As oportunidades são imensas. Nosso estudo mostra que quando as marcas são confiáveis, elas são recompensadas por seus públicos”, explica Ursini.

As inscrições estão abertas, são prioritárias para associados da Aberje e convidados da Edelman e são gratuitas. Basta preencher o formulário disponível em http://www.aberje.com.br/calendario/apresentacao-de-pesquisa-e-debate-inbrandswetrust/