×

*Indisponível – DVD O que é comunicação organizacional?

admin

10,00

A Aberje – que atualmente reúne as Associações Brasileiras de Comunicação Empresarial, Branding e Comunicação Organizacional – lança mais uma produção de seu novo núcleo de linguagem audiovisual: um DVD com depoimentos variados sobre Comunicação Organizacional e sua transversalidade.
O material foi captado em dois momentos: no Centro de Memória e Referência da Aberje e durante o II Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas/Abrapcorp realizado na PUC Minas em Belo Horizonte/MG no mês de abril de 2008 (a versão 2009 do mesmo evento acontece em São Paulo, com apoio da Aberje, entre 28 e 30 de abril em auditório da Faculdade Paulus de Comunicação). As 33 personalidades convidadas para o vídeo são basicamente pesquisadores das Ciências da Comunicação de todo o Brasil, mas há também representantes do mercado. Foram registrados pontos-de-vista de educadores de diversas origens, como ECA/USP, PUC/MG, Metodista de São Bernardo do Campo, FAAP, UFMG, UFRGS, UEL, Cásper Líbero, ULBRA, UFPR, UFBA, PUC/RS, UFRPE e UCB (ver listagem completa abaixo) e ainda a visão internacional de um professor espanhol da Universidade de Málaga e de profissionais da Basf, Vale, Natura, Odebrecht, Fiat e Petrobras.
João Curvello, da Universidade Católica de Brasília, comenta que a Comunicação Organizacional trata de um contexto complexo em que diálogos, conflitos e divergências acontecem. Daí que a pesquisadora Esmeralda Araújo, da Universidade Federal Rural de Pernambuco, acrescenta que se busca a consonância de interesses via comunicação para a sustentabilidade dos negócios. O professor Marcio Simeone, da Universidade Federal de Minas Gerais, diz que o foco são práticas comunicativas que ocorrem no âmbito das organizações e definem seus relacionamentos internos e externos. A professora da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Margarida Kunsch, esclarece que a visão integrada abrange comunicação interna, institucional, administrativa e mercadológica, e justamente por se revestir de uma complexidade e abrangência acaba sendo muito interdisciplinar. Uma Comunicação Organizacional como um complexo de processos e atividades que tem como objetivo principal fortalecer a reputação e desenvolver uma cultura que favoreça o diálogo e o relacionamento com os públicos, é a aposta de Eraldo Carneiro, gerente de Planejamento e Gestão de Comunicação da Petrobras e vice-presidente do Conselho Deliberativo da Aberje.
A Comunicação Organizacional como um campo de estudo de interfaces de várias áreas de conhecimento é a perspectiva de Ivone Oliveira, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. A idéia é corroborada por Adriana Casali, da Universidade Federal do Paraná, que destaca: “o modo de comunicação diz como vai ser o modo de ação. E as características culturais e estruturais determinam a comunicação. Estudamos esta interface”. Marlene Marchiori, da Universidade Estadual de Londrina, completa: “é olhar além da organização, pensando na criação de ambientes onde todos se sintam como pessoas, possam estabelecer emoções. Comunicação Organizacional está caminhando para a noção de discursos que não se localizam, mas que estabelecem a auto-organização”. O coordenador geral do vídeo, Paulo Nassar, que além de diretor-geral da entidade é professor da ECA/USP, acredita que é um campo que ultrapassa a comunicação e tem interfaces com a Administração, Filosofia, Ciências Sociais, Antropologia, Psicologia, Ciências Exatas e Biológicas. “Tem que ser levado em conta todos estes conhecimentos para melhorar os relacionamentos”, finaliza.