×

Concluindo ciclo de mudanças, Rede Gazeta desativa a Diretoria de Transformação

Rede Aberje

A Rede Gazeta, associada da Aberje, anunciou, na tarde desta sexta-feira (10), mudanças em sua diretoria. Após três anos coordenando projetos que culminaram em profundas alterações estruturais e de estratégia, a Diretoria de Transformação será extinta. Com isso, as atividades ligadas à área – comunicação empresarial e o escritório de projetos – serão incorporadas pela direção-geral da empresa.

Com uma trajetória de 28 anos na empresa, tendo nos três últimos articulado as atividades do reposicionamento estratégico do grupo, Leticia Lindenberg deixa o papel executivo na Rede Gazeta, permanecendo como membro do Conselho de Administração. Por decisão pessoal e tomada em conjunto com a família, ela passa a dividir com o pai, Cariê Lindenberg, a administração de atividades familiares ligadas ao agronegócio.

De acordo com Leticia, esse movimento vem sendo amadurecido há meses, tanto que no último semestre ela iniciou um MBA em gestão do agronegócio pela USP/SP. “A diretoria foi criada em 2017 para impulsionar o projeto G20/20, que reformulou a estrutura da direção executiva do grupo e iniciou um longo ciclo de mudanças nas áreas de vendas e mercado da Rede Gazeta. Em 2018 assumimos o projeto TDigital, que nos ocupou intensamente durante todo o ano passado. Tenho muito orgulho pelas realizações e saio num bom momento”. “Temos muito orgulho por sermos uma família empresária que se organiza para gerir com profissionalismo os seus negócios e cuida da sucessão para manter sua união fraternal. Ter a Leticia mais perto de mim, me auxiliando na gestão de nossas propriedades, é uma grande alegria, pois ela tem um ritmo de trabalho bastante dinâmico, se entrega ao que faz e dispõe de muita energia, atributos essenciais à nova missão”, afirma Cariê, que é presidente do Conselho de Administração da Rede Gazeta.

Conforme frisa o diretor-geral Café Lindenberg, Leticia deixa como legado a agenda de constante evolução no ambiente institucional. “As entregas da Diretoria de Transformação se alicerçaram. A empresa conseguiu incorporar o movimento de transformação e um ritmo próprio para olhar para frente com segurança e estratégia”, diz. Café acrescenta: “Vou sentir falta de sua presença entusiasmada, afetuosa e atenta ao meu lado no dia a dia da Gazeta, mas acho que sua decisão de mudança cumprirá um papel essencial na nossa trajetória familiar”.

Leticia define o momento como um “divisor de águas”. “É claro que, por um lado, não é simples deixar a rotina diária que mantenho há 28 anos. Aqui na Rede fui assistente de departamento pessoal, assistente de comunicação, gerente de marketing, depois de comunicação institucional, até chegar à diretoria. Aprendi muito, mas me sinto empolgada diante deste novo desafio; é um frio na barriga de quem ainda tem muito a viver e a contribuir. Isso me motiva”, afirma.

COMUNICAÇÃO – Com o encerramento da Diretoria de Transformação, o Escritório de Projetos (PMO), comandado pelo gerente Alysson Gomes, e a Gerência de Relações Institucionais, comandada por Eduardo Fachetti, passam a integrar a estrutura da direção-geral da Rede. “Os trabalhos desenvolvidos pelo PMO e pelas Relações Institucionais refletem o ritmo de trabalho que a empresa tem e as mensagens que ela quer passar aos funcionários e ao público externo. Tivemos um 2019 de grandes transformações e queremos, a partir deste ano, dar passos largos nesse sentido, nos aproximando mais das pessoas e envolvendo cada vez mais os nossos times nos projetos que vão ditar o nosso futuro”, reforça Café Lindenberg.

A partir desta mudança, as ações de comunicação empresarial e relacionamento ficam concentradas com Fachetti e Alysson mantém o planejamento e controle dos projetos estratégicos da Rede.