×

*Indisponível – Comunicação Interna: a força das empresas V.7

admin

30,00

O sétimo volume da série Comunicação Interna: a força das empresas, da Aberje Editorial, conta com nove capítulos de grandes comunicadores do Brasil e que reúnem as estratégias desenvolvidas pelas empresas para melhorar a comunicação com seus funcionários. Ao decorrer de 88 páginas é possível refletir sobre a importância e as exigências da comunicação interna contemporânea, que articula uma diversidade cultural extensa e grande influência das redes sociais, que só têm força agregadora ao mundo corporativo quando bem trabalhadas. Mais do que informar, a comunicação demanda cada vez mais um diálogo aberto e de histórias que inspiram.
O livro revela os caminhos trilhados por lideranças de empresas como Monsanto do Brasil (Geraldo Magella), Fachesf (Laura Jane Batista de Lima), Petrobras Distribuidora (Marcos Nunes de Oliveira e Adriano Val), Fiat Chrysler América Latina (Othon de Villefort Maia), Aberje (Rodrigo Silveira Cogo), Embraer (Rosana Aguiar, Luana Mendes e Teresa Cepinho), Vale (Sérgio Giacomo e Mirka Schreck), Dell Brasil (Victória Zara Mercio) e C&A (Rozália Del Gáudio Soares-Baptista), abordando os aspectos atuais sobre a comunicação destinada a este público tão essencial: o público interno. Logo no primeiro capítulo, Geraldo Magella (Monsanto Brasil) aponta o destaque que as redes sociais conquistaram no cenário brasileiro nos últimos anos e como a empresa adaptou a utilização desses meios para o uso interno no setor agrícola.

Na sequência vemos Laura Jane Batista de Lima (Fachesf) e o seu enxame de abelhas operárias transformando a assessoria de comunicação da entidade em um grande time, antes composto por quatro colaboradores e agora alçando quase 200, formado por diversos funcionários que atuam voluntariamente como agentes multiplicadores.

Quando a Petrobras Distribuidora entra em cena, nas palavras de Marcos Nunes de Oliveira e Adriano Val, a igualdade se torna pauta comum nos corredores da organização por meio do projeto “As Cores do Saber: a herança que nos torna iguais por meio do conhecimento – O legado afro-brasileiro redescoberto”.

Othon de Villefort Maia (Fiat Chrysler América Latina) destaca a rapidez com que uma mensagem é transmitida nos dias de hoje – por conta dos novos meios de comunicação -, mas como o diálogo é precário e deve tomar espaço para obter melhores resultados na comunicação. Também temos Rodrigo Silveira Cogo (Aberje) discutindo sobre novas formas de comunicação e como o storytelling serve como estímulo a troca de mensagens inspiradoras, que ajudam a fortalecer laços e ficam mais tempo na memória de quem as ouve/lê.

Ainda contamos com Rosana Aguiar, Luana Mendes e Teresa Cepinho (Embraer) ditando os valores da empresa do setor de aviação e como o hábito de se comunicar bem e continuamente está intrínseco na organização, guiado por cinco princípios e praticado por todos – seja em reunião de trabalho ou entre colegas interagindo no trabalho.

Adiante, temos Sérgio Giacomo e Mirka Schreck (Vale) ressaltando como engajaram seus funcionários a seguir as regras e padrões operacionais de seguranças por meio de ação que transmitia o valor da vida, de modo eficaz, sem mencionar quais os procedimentos específicos para permanecerem em segurança.

A obra também traz a experiência de Victória Zara Mercio (Dell Brasil) mencionando as mídias sociais como a nova forma de comunicação empresarial em um mundo imerso na Era das Conexões. Defende que é possível conectar mais os colaboradores e alinhar a atuação da empresa como um todo, onde é possível procurar ou oferecer soluções aos mais diversos problemas dos negócios da empresa.

Completando o livro, contamos com Rozália Del Gáudio Soares-Baptista (C&A) e sua abordagem sobre como colocar a comunicação interna em prática, de modo a atingir clareza e confiança em tempos onde a diversidade é cada vez maior e as pessoas, a cada dia, criam vínculos menores com as empresas.