×

Colunas

Diversidade & Inclusão: por que a área de Comunicação precisa estar envolvida

Diversidade é o tema da vez nas grandes empresas – que bom – e entender que Diversidade é diferente de Inclusão – uma não vive sem a outra – é o novo foco de 2020. Uma empresa diversa, mas que não dá voz (inclui) as pessoas não funciona. A inclusão é o que mantém a diversidade e traz a tão sonhada inovação e pensamentos diferentes. Mas existe um terceiro elemento que precisa estar alinhado sempre: Comunicação – sim, com C maiúsculo.

O departamento de Comunicação é peça-chave para, junto com RH e direção da empresa, fazer da Diversidade uma realidade nas empresas. Existem muitos estudos sobre como a comunicação será e é a habilidade mais importante da década. Além de fundamental para gestores e funcionários, o papel da Comunicação nas organizações tem que ser visto como parte do negócio e fazer parte da estratégia.

A Comunicação facilita a integração entre os profissionais, faz com que a informação sobre a empresa circule entre áreas, que a liderança desça a estratégia para todos os funcionários e também é uma aliada na mudança cultural.

Quando falamos de políticas de Diversidade e Inclusão (D&I) eficientes e verdadeiras, a Comunicação vem para exercer uma função importante de disseminar a mensagem e ajudar na implementação dessa nova cultura.

Na Intel, costumamos falar que D&I é nosso pilar mais importante e permeia tudo que fazemos. Primeiro, porque é o correto; e segundo, porque acreditamos que empresas que não implementarem nos próximos anos políticas internas não vão sobreviver. D&I gera novas ideias, atrai e retém talentos e aumenta a receita. Inúmeros benefícios e ainda fazendo o correto – sensacional, não? Segundo estudo da McKinsey, empresas diversas tendem a lucrar 25% mais.

Muitas empresas têm investido nos últimos anos em departamentos de D&I ou em pessoas dedicadas ao tema – a Intel é uma delas – e acredito que isso é fundamental para vermos mudanças. Mas de novo: esses departamentos precisam estar alinhados com a alta direção. Diversidade e Comunicação não podem ser áreas suportes e sim parte do negócio.

E onde entra a Comunicação? Na promoção dos valores de D&I, sejam nas ativações internas, externas, materiais visuais e disseminação de conteúdo sobre o tema. Na Intel, andamos de mãos dadas: RH, Direção e Comunicação, e posso dizer que o resultado é incrível! Atingimos nossa meta de 2020 em 2018 já estamos traçando novos objetivos no Brasil e no mundo.

Carolina Prado
Carolina Prado
Apaixonada por comunicar! Conta com mais de 10 anos de experiência na área de comunicação corporativa – trabalhando com comunicação externa e interna, marketing digital, endomarketing, marketing de influência e gerenciamento de crises. Além disso, possui experiência em vários segmentos da indústria como tecnologia, jogos, turismo, entretenimento, empresas, startups, energia, saúde e consumo. Além de gerenciar a área de Comunicação da Intel no Brasil, também é parte de duas organizações dentro da empresa: WIN (Mulheres na Intel Network) e Intel Involved (equipe de voluntários). No WIN, lidera a área de relacionamento externo e coordena eventos e atividades fora da empresa relacionados à equidade de gênero. No Intel Involved, lidera a equipe de voluntariados da Intel Brasil e conduz o planejamento e coordenação de atividades de voluntariado corporativo no país.

Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor.

string(23) "Redação Portal Aberje"

Conheça alguns highlights do Tech Trends Report 2020

2030 está mais perto do que pensamos

Coronavírus: pessoas vêm antes de lucro financeiro

Combate à corrupção: da visibilidade à prática