Publicado em: Blog Christiano Moreno

Cidade_Stock Snap

(Imagem: Stock Snap)

VUCA: volátil, incerto (do inglês uncertain), complexo e ambíguo. Esse parece ser o mundo que vivemos? No texto desse mês destaquei algumas reflexões interessantes que têm surgido sobre esse tema, alinhado às principais frentes de gestão e liderança da atualidade:

Empresas

O comando/controle fica de lado e o desenvolvimento da organização e do indivíduo ganha protagonismo. Assim, profissionais mais ativos recebem suporte da empresa para o seu desenvolvimento.

Competências

Conhecimentos específicos e adequação a regras e procedimento cedem lugar ao empreendedorismo, à inovação, à flexibilidade, às novas maneiras de fazer as coisas e à atenção ao cliente.

Visão clara do negócio e foco na aprendizagem contínua são características essenciais para profissionais de qualquer segmento.

Cultura, Clima e Valores

Nunca se falou tanto em propósito forte e em um sistema de criação de valores bem ajustado. Nada é mais importante para uma empresa do que a sua razão de existir.

Cultura, Clima e todos os subsistemas de RH devem estar apoiados em uma boa estratégia, guiada por um propósito maior.

Motivadores

A combinação Recompensa financeira X Reconhecimento não financeiro é, sem dúvida, o melhor caminho a ser seguido. As empresas olham com atenção para ambos os quesitos.

Comunicação

Líderes falam “com” e não “para” funcionários.

Agenda clara: líderes priorizam confiança e autenticidade.

Estratégia surge de um diálogo que ocorre em toda a organização.

Marca:

As empresas do século XXI são marcas empregadoras e a comunicação tem papel fundamental no alinhamento desse diálogo da marca com todos os seus públicos: funcionários, clientes, fornecedores, comunidades, governo, sociedade em geral.


Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor.