10.04
Future Today Institute lança estudo sobre tendências tech para jornalismo e mídia

O Relatório de Tendências Tecnológicas para Jornalismo e Mídia de 2018 do Future Today Institute destaca 75 tendências tecnológicas importantes que todos os que trabalham no ecossistema de notícias deveriam seguir.

 

tendencias-futuretoday

 

2018 marca o começo do fim dos smartphones nas maiores economias do mundo. O que vem a seguir são interfaces conversacionais com zero-Uis (este termo designa tudo sobre ficar longe da tela sensível ao toque e interagir com os dispositivos ao nosso redor de maneiras mais naturais: hápticos, visão computacional, controle de voz e inteligência artificial. Zero UI é o componente de design de todas essas tecnologias, pois elas pertencem ao que chamamos de internet das coisas). Isso mudará radicalmente o panorama da mídia, e agora é o melhor momento para começar a pensar em cenários futuros.

Em 2018, uma massa crítica de tecnologias emergentes convergirá para encontrar usos avançados além dos testes iniciais e da pesquisa aplicada. Esse é um sinal que vale a pena prestar atenção. As organizações de notícias devem dedicar atenção às tendências emergentes em interfaces de voz, descentralização de conteúdo, realidade mista, novos tipos de pesquisa e hardware (como câmeras inteligentes).

Os jornalistas precisam entender o que é inteligência artificial, o que não é e o que significa para o futuro das notícias. A pesquisa em IA avançou o suficiente para que agora seja um componente essencial de nosso trabalho. Você verá o ecossistema da IA ​​representado em muitas das tendências, e é de vital importância que todos os tomadores de decisão dentro das organizações de notícias se familiarizem com as paisagens atuais e emergentes da IA.

A descentralização surgiu como um tema chave para 2018. Entre as empresas e organizações cobertas pelo FTI, descobrimos uma nova ênfase em redes peer-to-peer restritas para detectar assédio, compartilhar recursos e conectar-se a fontes. Há também uma pressão de alguns governos democráticos em todo o mundo para dividir o acesso à Internet e restringir certos conteúdos.

A consolidação também é um tema-chave para 2018. As startups de notícias, espectro de radiodifusão e inteligência artificial continuarão a ser fundidas e adquiridas por relativamente poucas corporações. Legislação e política pendentes nos EUA, E.U. e em partes da Ásia podem concentrar ainda mais o poder entre um pequeno grupo de organizações de informação e tecnologia no próximo ano.

Para entender o futuro das notícias, você deve prestar atenção ao futuro de muitas indústrias e áreas de pesquisa. Quando os jornalistas pensam no futuro, devem ampliar o escopo usual para considerar os desenvolvimentos de inúmeros outros campos que também participam da economia do conhecimento. Tecnologia gera tecnologia. Estamos testemunhando uma explosão em câmera lenta.

 

Aqueles no ecossistema de notícias devem considerar as tendências deste relatório em seu pensamento estratégico para o próximo ano e ajustar seus planos, operações e modelos de negócios de acordo. O conteúdo integral está disponível, mediante cadastramento e em inglês, neste link.

 

SOBRE FUTURE TODAY INSTITUTE – Fundado em 2006, o Future Today Institute ajuda os líderes e suas organizações a se prepararem para futuros complexos. O FTI se concentra exclusivamente em como a tecnologia e a ciência emergentes vão alterar os negócios, transformar a força de trabalho e inflamar as mudanças sociais e geopolíticas. A metodologia de previsão da FTI foi apresentada no MIT Sloan Management Review e na Harvard Business Review, e é ministrada em universidades de todo o mundo.

 


Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor.