×

BASF usa tecnologia da startup Nexo para impulsionar inovação social

Rede Aberje

Anualmente, a BASF – empresa associada da Aberje – seleciona projetos de impacto social e ambiental para serem apoiados nas cidades onde atua na América do Sul. A iniciativa faz parte de uma estratégia de engajamento social que prevê ampliar o impacto positivo da empresa ao conectar a resolução de desafios sociais à estratégia de negócio. Com o objetivo de ampliar a possibilidade de participação de diferentes instituições e dar mais transparência e agilidade para o processo de seleção e gestão do seu investimento social, a BASF inovou com o uso de uma plataforma digital.

A BASF começou a utilizar a plataforma Prosas, da Nexo Investimento Social, em 2016. No primeiro ano da parceria, a rede de usuários contava com 9.000 organizações e pessoas físicas que atuavam no terceiro setor. Hoje, já são 54.000 usuários, cinco vezes mais que há 3 anos. “A transparência na seleção e monitoramento dos projetos sociais é fundamental tanto para a BASF como para as organizações. Por isso, buscamos ferramentas digitais para dar credibilidade e celeridade para todo o processo”, afirma a diretora de Relações Institucionais e Sustentabilidade da BASF para a América do Sul, Cristiana Xavier de Brito.  “A tecnologia do Prosas nos ajuda ainda identificar projetos que tenham escalabilidade gerando maior impacto social”, completa.

Com uma longa história de investimento social, a BASF passou a selecionar a partir de 2016 projetos com foco nas áreas de educação científica; empregabilidade e educação ambiental e proteção dos recursos naturais e da biodiversidade.  Desde então, 35 projetos foram selecionados e apoiados no Brasil, Argentina e Chile.

Segundo Bruno Barroso, sócio fundador da Nexo Investimento Social, o Prosas permite à BASF otimizar os processos de recebimento e análise de propostas. Além disso, a parceria amplia a divulgação do edital. “A empresa passa ter a seu favor uma gama muito maior de projetos que podem se inscrever em seus editais por meio da nossa plataforma”, destaca.

Nas primeiras edições, a parceria se limitava aos editais realizados no Brasil, mas, em 2018, a BASF estendeu a plataforma digital também para Argentina e Chile. “Aceitamos o desafio de expandir nossa ferramenta para outros países da América do Sul e, para isso, foi criada uma versão da plataforma em espanhol. Além disso, nossa equipe de suporte teve uma experiência inédita de atender organizações destes países”, ressalta Barroso.

TRANSFORMAR – A estratégia de engajamento social da BASF, prevê ampliar o impacto positivo da empresa conectando pessoas, organizações sociais, poder público e empresas à busca da superação dos desafios sociais, sem perder de vista oportunidades de negócios. Este é o jeito E da BASF, que une produtividade e sustentabilidade. É assim que a empresa cria química para um futuro sustentável e contribui para um mundo que ofereça mais qualidade de vida para todos.

A iniciativa, que já impactou 413 mil pessoas na América do Sul de 2016 a 2018, está baseada em dois pilares: valor compartilhado, para contribuir com o desenvolvimento socioambiental e, ao mesmo tempo, realizar negócios rentáveis; e cidadania corporativa, a fim de participar do desenvolvimento social das comunidades em que a BASF está presente.

Com esta visão, a empresa atua a partir de um portfólio que envolve projetos sociais, voluntariado corporativo, patrocínio, engajamento comunitário, parcerias público-privadas, marketing relacionado a causas, negócios sociais e modelos de negócios alternativos. O próximo edital BASF Conectar para Transformar será publicado no fim de julho.