×

Aplicativo bynd vence Desafio InoveMob

Depois de quase um ano, o Desafio InoveMob, iniciativa da Toyota Mobility Foundation (TMF) e WRI Brasil chega ao fim com o anúncio do grande vencedor: o aplicativo de caronas corporativas bynd. A equipe de empreendedores da startup receberá cerca de R$ 400 mil para dar escala ao projeto e levar sua ideia a outras cidades brasileiras.  O anúncio foi feito na noite desta quarta-feira (5), no Unibes Cultural, em São Paulo, em uma cerimônia que reuniu, além dos finalistas, outras startups, investidores, mídia e organizações relevantes do ecossistema de mobilidade e inovações. Também concorreram à premiação final Bikxi, Carona a Pé, Nina e OnBoard Mobility.

 

O Desafio InoveMob foi promovido pela Toyota Mobility Foundation (TMF) em parceria com o WRI Brasil, com apoio da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Lançado em janeiro deste ano com o objetivo de encontrar soluções inovadoras de mobilidade para áreas com intensa circulação de pessoas, o concurso recebeu cerca de 100 propostas de 13 estados de quatro regiões do país. A escolha do grande vencedor foi feita com base nos critérios do Desafio de execução do piloto; capacidade interna; impacto em stakeholders e usuários finais; potencial de escala; viabilidade e sustentabilidade. “Participar do InoveMob foi uma oportunidade única na trajetória do bynd, aprendemos muito com essa primeira aproximação com o setor público. Não tínhamos ideia de como seriam os processos burocráticos, as possibilidades de contratação, as particularidades de comunicação interna, o apoio dos atores internos na implementação, mas saímos do InoveMob com um modelo formatado, testado e validado, agora já podemos dizer que estamos preparados para atender o setor público e espalhar as caronas pelo Brasil!”, celebra Gustavo Gracitelli, um dos idealizadores do aplicativo.

“Nós estamos muito satisfeitos com os aprendizados, crescimento e impacto que cada um dos cinco finalistas obteve em seus respectivos pilotos ao redor do Brasil, e entusiasmados para ver como o bynd irá se desenvolver. Queremos que concursos como o InoveMob sirvam como uma ponte para fazer com que governantes locais possam trabalhar com mobilidade de forma inovadora, implementando novas soluções para situações de mobilidade complexas”, afirma Ryan Klem, diretor de programas da Toyota Mobility Foundation. “Trabalhar no Desafio, conhecer dezenas de projetos de inovação na mobilidade e acompanhar a implementação dos pilotos permitiu a todos – organizadores, participantes e municípios – um ano de aprendizado e compartilhamento de conhecimento. Os cinco finalistas contemplam soluções inovadoras que podem ajudar a melhorar a mobilidade nas cidades brasileiras. Agora, o bynd tem o desafio de dar escala à sua ideia para impactar e beneficiar o cotidiano de cada vez mais pessoas”, acredita Luis Antonio Lindau, diretor do Programa de Cidades do WRI Brasil. Para o prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette, presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), as grandes cidades precisam repensar a mobilidade urbana a partir de seus desafios atuais, que são complexos e interligados. “Por isso necessitam de soluções criativas, múltiplas e integradas, que possam proporcionar melhorias efetivas na gestão do serviço público e ampliar o acesso de todos os cidadãos”, disse.

Na segunda etapa do Desafio, 12 semifinalistas participaram de workshops de capacitação e realizaram um pitch para mais de 100 gestores públicos para encontrar cidades que acolhessem o seu projeto. Na sequência, foram selecionados os cinco finalistas, que receberam apoio financeiro de cerca de R$ 60 mil cada para implementar seus projetos-piloto.

São Paulo foi a cidade escolhida para as soluções da Bikxi (serviço de carona compartilhada em bicicletas duplas elétricas) e da OnBoard Mobility (solução para recarga online de cartões de transporte via chatbot). Com o Desafio, a Bikxi conseguiu expandir suas operações ao aumentar a sua frota de bicicletas e ao iniciar uma nova rota na ciclovia da Avenida Luís Carlos Berrini. As mudanças fizeram as viagens diárias naquela área aumentarem de 77, em julho, para 276, em novembro. Já a OnBoard Mobility pode ampliar o serviço em São Paulo – passando de 451 para mais de 1200 usuários recorrentes durante o Desafio –, e ainda lançar o serviço na cidade de Belo Horizonte.

A capital mineira recebeu ainda o projeto Carona a Pé (iniciativa que sensibiliza comunidades escolares a promoverem juntas o deslocamento a pé das crianças até a escola). Com o InoveMob, a startup obteve sua primeira experiência fora da cidade de São Paulo – onde teve origem – e em escolas públicas. Ao todo, 8 escolas e mais de 60 crianças foram engajadas no projeto em Belo Horizonte.

A solução Nina (tecnologia que mapeia e auxilia na denúncia de casos de assédios na mobilidade urbana) viveu sua primeira oportunidade de executar o projeto em uma cidade.  A chegada do Nina à Fortaleza suscitou a criação de uma política pública de combate ao assédio sexual no transporte coletivo.

Já a proposta do vencedor bynd (aplicativo de carona para empresas) foi adotada em Brasília pelo Ministério das Cidades e na empresa pública VALEC, e na Prefeitura de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Os projetos-piloto foram a primeira experiência do bynd com o setor público. Mais de 400 viagens foram feitas em cada cidade, totalizando mais de 1000 km de caronas compartilhadas.

Agora, o aplicativo terá a tarefa e a oportunidade de mostrar seu potencial para ser replicado em outras cidades brasileiras e latino-americanas. “O valor do prêmio será usado para investirmos em tecnologia e darmos um verdadeiro salto qualitativo no produto (código, design, experiência de uso e interface). Além disso, também investiremos no desenvolvimento comercial, para poder chegar em mais cidades e fazer com que o impacto positivo gerado pelo bynd seja cada vez maior. A nossa intenção é multiplicar por dez o número de caronas que geramos por mês em alguns anos e o prêmio do InoveMob vai, com certeza, encurtar o nosso caminho até lá”, projeta Gustavo Gracitelli.