fbpx
×

Ajinomoto do Brasil doa R$ 1,7 milhão para combate à Covid-19

Rede Aberje

A Ajinomoto do Brasil, produtora de aminoácidos e fabricante de produtos como temperos SAZÓN®, sopas VONO® e sucos MID® e FIT e associada da Aberje, anuncia a doação de cerca de R$ 1,7 milhão que será destinado ao combate do novo coronavírus (Covid-19). O aporte financeiro ocorre  por meio do Instituto Ajinomoto, sua organização social, que encaminha a verba para hospitais de regiões onde estão localizados o escritório e as fábricas da empresa, com o objetivo de auxiliar na aquisição de equipamentos e itens de segurança a profissionais de saúde.

O valor total da doação foi distribuído entre órgãos públicos, incluindo Instituto Emilio Ribas e Hospital São Paulo, na capital paulista, além do Hospital Estadual de Bauru e de quatro unidades da Santa Casa (Laranjal Paulista, Limeira, Valparaíso e Pederneiras). “A Ajinomoto do Brasil  produz alimentos e aminoácidos, que são essenciais para a população. Temos uma grande responsabilidade como empresa, tanto como fornecedora de insumos, quanto como parceira dos profissionais de saúde que atuam como protagonistas no combate à pandemia da Covid-19”, afirma Tatsuya Sasaki, presidente da Ajinomoto do Brasil. “E nós seguimos avaliando outras iniciativas para contribuir ainda mais com a sociedade brasileira”, reforça o executivo.

FUNCIONÁRIOS – A Ajinomoto do Brasil tem acompanhado cuidadosamente todos os desdobramentos da Covid-19 desde fevereiro. Em março foi organizada uma força-tarefa liderada pelo próprio presidente da companhia e que envolve comitês locais e profissionais de diversos departamentos estratégicos. Entre as medidas adotadas para reforçar a proteção e segurança dos funcionários estão a implementação de trabalho remoto (home office) para as áreas administrativas do escritório de São Paulo, reforços nos procedimentos de higiene e limpeza das fábricas, além da divulgação de campanhas internas com foco em orientação e conscientização.

“Nosso principal objetivo é cuidar e proteger nossos funcionários, suas famílias e a sociedade como um todo”, afirma o presidente da empresa. “A Ajinomoto do Brasil contribui em diversos segmentos que envolvem os setores de alimentos, rações, produtos farmacêuticos, agricultura, por isso não podemos parar nossa produção. Esta é nossa maneira de contribuir com esse momento difícil no Brasil e em todo o mundo”, conclui.