Busca avançada       367 comunicadores online          |          linguagem EN ES PT IT          |  cadastre-se    
Curso Internacional

Apoio:

Itaú

Vale

Bayer

CPFL

BASF

Apoio Odebrecht

CCFB

HOME >> ACERVO ON-LINE >> COLUNAS >> COLUNISTAS >> Leny Kyrillos
COLUNAS


Leny Kyrillos


Fonoaudióloga pela Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina. Especialista em Voz pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia – CFFa.  Mestre e Doutora em Ciências dos Distúrbios da Comunicação pela Universidade Federal de São Paulo.  Profª. Dra. dos Cursos de Fonoaudiologia, Jornalismo e Especialização em Voz da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP, desde 2000.  Professora convidada do Curso de Especialização em Distúrbios da Comunicação Humana da Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina, desde 1998.  Pesquisadora do Instituto da Laringe – INLAR-SP, desde 1991. Coautora do livro: “Voz e Corpo na TV – a fonoaudiologia a serviço da comunicação” (editora Globo – 2003) e organizadora dos livros: “Fonoaudiologia e Telejornalismo” (editora Revinter – 2002, 2003 e 2004) e “Expressividade” (editora Revinter – 2004). Consultoria e assessoria de comunicação a diversas empresas, instituições financeiras e políticos, desde 1997. Responsável pelo atendimento a profissionais de rádio e televisão, desde 1989.  Autora de várias publicações científicas, nacionais e internacionais, comentarista da coluna semanal "Comunicação e Liderança" na Rádio CBN e Personal & Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching.

Um trem para Lisboa e um voo para Seul

              Publicado em 27/1/2014
Ao ler “Trem noturno para Lisboa”, de Pascal Mercier, pseudônimo literário do filósofo suíço Peter Bieri, lembrei-me da história real de um gerente de companhia aérea no aeroporto de Seul, que conheci quando era editor de uma revista de turismo e fui encarregado de fazer matéria na Coreia do Sul. O romance despertou-me tal memória porque, exatamente como ocorreu com seu protagonista, o metódico professor Raimund Gregorius, o fato de se apaixonar pela língua portuguesa mudou o destino de Sang-woo.
 
O grupo de jornalistas do qual eu fazia parte havia participado de uma conferência de imprensa com o presidente da empresa responsável pela gestão do aeroporto de Seul. Quando cruzávamos o saguão do terminal de passageiros para tomar o transporte de volta ao hotel, um chamado ecoou forte: “Brasileiros, brasileiros!” Sang-woo aproximou-se. Começamos a conversar. A sua fluência em português do Brasil e a total ausência de sotaque sugeriam que poderia ser nosso conterrâneo. Ledo engano! Nascera na Coreia e jamais havia saído de seu país.
 
O jovem contou-nos sua história. Havia ingressado na faculdade de letras/inglês. Um dia, deparou-se com “Dom Casmurro”. Ficou fascinado. Começou a se interessar pela literatura e a cultura de nosso País. Quanto mais pesquisava, mais sonhava com a possibilidade de ler a obra de Machado de Assis no idioma nativo do autor. Então, consultou a universidade sobre a possibilidade de mudar o seu curso para Letras do Brasil. Foi atendido, o que demonstrou as virtudes de uma política pública adequada para o ensino. Estudava muito e passava horas de seu tempo livre assistindo a filmes e ouvindo música popular brasileira.
 
Sang-woo formou-se. Fluente em português, conseguiu trabalho, muito bem remunerado, como gerente de uma companhia aérea com voos diários para o Brasil e Portugal. Seduzido por nosso irresistível idioma, mudou os rumos de sua vida. Com certeza, já deve ter embarcado em muitos voos de Seul para São Paulo, Rio de Janeiro e outras de nossas cidades, concretizando o sonho de conhecer a terra de Machado de Assis. 
 

É imenso o fascínio que a língua portuguesa consegue causar naqueles que descobrem seus encantos, entendem a sua complexidade e suas infinitas possibilidades semânticas. Por isso, é lamentável que, em nosso próprio País, tanta gente a esteja maltrando e desrespeitando. 


Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor. 2241

Indique esta coluna

voltar



Sobre a Aberje   |   Cursos   |   Eventos   |   Comitês   |   Prêmio   |   Associados |   Diretoria   |    Canal de Associados   |    Fale conosco   |   Siga-nos no Twitter   |    Cadastre-se

Aberje - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ©1967 Todos os direitos reservados.
Aberje Angélica | Av. Angélica, 1757 - 12º andar - Higienópolis - São Paulo/SP
Aberje Sumaré | Rua Amália de Noronha, 151 - 6º andar - Próximo à Estação Sumaré do Metrô - São Paulo/SP